quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Calendário da rede estadual deliberado pela assembléia realizada na ACM nesta quarta-feira (dia 21/10)


Na assembléia da rede estadual, realizada na ACM, nesta quarta-feira, a plenária deliberou o seguinte calendário de atividades:

Dia 27 de outubro: Ida da comissão de 40 horas à Alerj
Dia 07 de novembro: Plenária dos professores DOC II (horário e local a serem definidos)
Dia 10 de novembro: Ato de Protesto na Alerj intitulado “Somos todos funcionarios” (entre os dois prédios), com horário a ser definido
Dia 14 de novembro: Conselho Deliberativo, às 10h e assembléia geral, às 14h, (locais a serem definidos)
28 de novembro: Plenária de Funcionários (horário e local a ser definido)
11 e 12 de dezembro: Encontro de Funcionários (local a ser definido)

Rede municipal divulga calendário de atividades


A última assembleía geral da rede municipal realizada, na quarta-feira dia dia 21 de outubro na ACM, deliberou pelas seguintes atividades no mês de novembro:

* Dia 07 de novembro: Conselho Deliberativo (local a ser definido)

* Dia 12 de novembro: Assembléia geral, às 18h (local a ser definido)

Merendeiras readaptadas estão protestanto na Prefeitura

As merendeiras readaptadas da rede municipal, que estão sendo obrigadas pela prefeitura a realizarem uma nova avaliação em uma clinica particular conveniada com o governo municipal, estão realizando um protesto na prefeitura, desde o início desta manhã.
Estas profissionais, que já passaram por uma avaliação da perícia médica municipal, estão revoltadas com a decisão da prefeitura de obrigá-las a fazer novos exames em uma clínica particular contratada pela prefeitura, em local de difícil acesso para muitas delas e com total falta de opção na hora de fazer os exames que são pedidos pelos médicos da clínica, já que os mesmos só podem ser realizados nos endereços por eles determinados.

Dia 26 será feriado para os servidores públicos, inclusive nas escolas estaduais

De acordo com o Decreto 42071 assinado pelo governador Sérgio Cabral, no dia 26 de outubro, as escolas da rede estadual de ensino não irão funcionar. O Dia do Servidor Público, que é comemorado em 28/10, foi transferido para a próxima segunda-feira, dia 26/10.

Confira esta notícia em: http://www.educacao.rj.gov.br/index5.aspx?idsecao=13&tipo=categ&idcategoria=627&idItem=3979

Conquista histórica: professores de 40 horas serão incluídos no Plano de Carreira

Os profissionais das escolas públicas estaduais tiveram a confirmação de uma conquista histórica hoje, na audiência com o secretário de Planejamento Sérgio Ruy Barbosa: a inclusão no Plano de Carreira da Educação dos professores que trabalham 40 horas semanais e foram contratados ainda na década de 90 para trabalhar nos CIEPs. Até o final do ano, o governo irá enviar à Alerj um projeto de lei para incorporar os professores ao plano, respeitando o interstício de 12% entre os níveis e outros detalhes - a implementação desse segmento ao plano se dará a partir de janeiro de 2010.

Já agora em outubro, por causa da lei aprovada em setembro pela Alerj e que incorporou a gratificação do Nova Escola aos salários, o salário do professor de 40 horas “Docente II” passa de R$ 968,20 para R$ 1.168,20; e o do “Docente I” de R$ 1.518,15 para R$ 1.831,74. Com a futura aprovação da lei e consequente incorporação ao Plano de Carreira, a partir de janeiro, os salários dos professores de 40 horas ficarão assim:

Doc II: R$ 1.641,23 (salário relativo ao nível 4 do Plano de Carreira);

Doc I: R$ 2.573,46 (salário relativo ao nível 6 do Plano de Carreira).

Na audiência, o secretário também informou que as gratificações relativas ao mestrado e doutorados serão regulamentadas no plano de carreira através de um projeto de lei, que será enviado à Alerj na 1ª quinzena de novembro.

A inclusão desse segmento no plano é uma luta da educação estadual que começou há mais de 15 anos. Mês passado houve as conquistas com a manutenção do interstício de 12% entre os níveis e o reajuste significativo para os animadores culturais (os salários passaram de R$ 645,00 para R$ 1.234,56).

No entanto, com os funcionários administrativos continuam fora do plano, na audiência de ontem houve o compromisso de se realizar uma nova reunião na semana que vem para discutir especificamente a situação destes servidores.

Ontem, a categoria realizou uma paralisação de 24 horas, com uma vigília na porta da Secretaria de Estado de Planejamento (SEPLAG) para acompanhar a audiência da diretoria do Sepe com o secretário Sérgio Ruy Barbosa. Em seguida, ocorreu uma assembleia no auditório da ACM.

Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores