terça-feira, 6 de outubro de 2009

Atenção: o conselho deliberativo do estado será no SindJustiça

Atenção Rede Estadual: o local do Conselho Deliberativo mudou!
Será no auditório do SindJustiça (Travessa do Paço, 23, 13º andar), nesse sábado, dia 10/10, a partir das 10h.
Vamos discutir a mobilização da rede! Além da diretoria do Sepe, poderão participar os representantes dos turnos das escolas, eleitos pela categoria.

Todos ao Conselho Deliberativo da rede estadual sábado, dia 10, às 10h, no SinJustiça.

Merendeiras concursadas farão ato na 5ª feira

Merendeiras concursadas farão ato com macarronada na quinta-feira (dia 8/10) exigindo convocação imediata

O Sepe promove na próxima quinta-feira (dia 8 de outubro) um ato reunindo as merendeiras aprovadas no concurso de 2008 para a rede municipal e que não foram convocadas pela prefeitura até o momento. No ato, batizado de "Macarrão contra a enrolação", que será realizado na Cinelândia, a partir do meio dia, será distribuída uma macarranoda para a população com objetivo de denunciar a falta de profissionais nas cozinhas das escolas municipais e as manobras do governo municipal para não convocar as 400 merendeiras aprovadas no concurso realizado no ano passado.

O Sepe já ganhou uma liminar na Justiça que determina a convocação das merendeiras aprovadas, mas a prefeitura entrou com recurso e não promoveu a chamada das profissionais. Enquanto isto, as escolas continuam enfrentando problemas com a merenda escolar, por causa da falta de merendeiras e de condições de trabalho. Os problemas com a merenda afetam os cerca de 700 mil alunos matriculados nas 1.060 escolas da rede municipal e nem a prefeitura nem a Secretaria Municipal de Educação parecem dispostas a resolver o problema com a convocação das concursadas.

No mês passado, a SME anunciou a passagem do preparo das merendas para a COMLURB, que promoveria um concurso para contratação de centenas de merendeiras sob o regimde da CLT. O Sepe é contra tal medida, por entender que a COMLURB não tem qualquer tipo de experiência neste tipo de tarefa e que a solução do problema passa pela convocação imediata das merendeiras que fizeram concurso público e foram aprovadas para o exercício da função.

Contra a perseguição aos grevistas

Nesta semana, o SEPE recebeu mais uma denúncia de perseguição à grevistas. Desta vez, fomos informados de que a Metro 8, que engloba Niterói, estava orientando os diretores das escolas daquela região a colocarem código 30 para profissionais com GLP e em Estágio Probatório.
O SEPE entregou o ofício da Metro para o superintendente de pessoal que garantiu que tomará providências contra esse tipo de postura, pois segundo ele, essa não é a orientação da SEE.
O SEPE está de olho em todas estas denúncias e situações, não só através sua direção central, como as de núcleos e regionais.
Além disso, o Departamento Jurídico (DJ) do sindicato está acompanhando estes casos.
Se você souber de qualquer caso de perseguição e/ou assédio moral sobre os profissionais de educação que participaram da última greve entre em contato com a Regional IV ou com o SEPE Central.

Claudia Costin afirma haver recursos para novos professores

Prefeitura contrata 800 professores para dar aula de inglês para crianças
Bom Dia Rio 06/10/2009
O objetivo é deixar os estudantes bem treinados no idioma para receberem turistas e atletas durante os Jogos Olímpicos. 177 mil alunos serão beneficiadas.
A preparação para fazer bonito na Olimpíada de 2016 não é só na área esportiva ou de infra-estrutura. As escolas também fazem parte desse jogo. E o ensino de inglês vai ser incrementado para que as crianças possam lidar com os turistas.
A ideia é criar uma geração de anfitriões para que em 2016 eles possam receber turistas e atletas. A partir do ano que vem começa o inglês para crianças de 6 anos.
“Os alunos do 1º, 2º e 3º anos, que já no primeiro semestre do ano que vem vão ter, com novos professores, aulas de inglês. 177 mil crianças começam e depois, a cada ano, um novo ano letivo será incluído, de forma que todos estejam bem preparados com o inglês”, diz a secretária municipal de Educação do rio, Cláudia Costim.
“Vai haver um novo concurso para professores de inglês. Dia 30 de abril nós vamos realizar um concurso para contratar, inicialmente, 800 novos professores de inglês. Vai mais do que dobrar o número de professores de inglês, que atualmente está em 564”, prossegue a secretaria.
Os 1360 alunos da escola municipal Rio das Pedras, em Jacarepaguá, ainda não voltaram às aulas. Eles passariam a estudar, temporariamente, a 500 metros do colégio, depois que o prédio da escola rachou e foi interditado pela Defesa Civil.
“Esses alunos vão para a escola municipal Colômbia, e eles serão transportados pelo Ônibus da Liberdade e as aulas serão retomadas nesta terça-feira e, até lá, eles estao com módulos para estudar em casa e essas aulas certamente serão repostas”, diz Claúdia Costim.

Reportagem publicada em: http://rjtv.globo.com/Jornalismo/RJTV/0,,MUL1330802-9101,00-PREFEITURA+CONTRATA+PROFESSORES+PARA+DAR+AULAS+DE+INGLES+PAR+CRIANCAS.html

IDH: Brasil empaca no quadro de medalhas social

Anunciado o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). O IDH varia entre 0 e 1 e o resultado é relativo à qualidade da saúde, educação, PIB per capita, expectativa de vida, entre outros. Enfim, o índice diz respeito ao desenvolvimento de um País como um todo.
O Brasil está na 75ª posição. Os dados analisados correspondem a 2007 e não refletem os efeitos da crise financeira internacional, que teve seu pior momento em setembro de 2008.
De 2006 para 2007, o IDH brasileiro variou de 0,808 para 0,813 - valor considerado nível de alto desenvolvimento humano, porém ainda temos muito o que avançar se levarmos em consideração que ainda estamos bem atrás de países como o Chile (44ª), Argentina (49ª), Uruguai (50ª), Cuba (51ª - apesar de todo embargo econômico), México (53ª) e Venezuela (Chávez não deve ser tão ruim assim).
Ainda nesse mesmo patamar de desenvolvimento encontramos Colômbia (77ª), Peru (78ª) e Equador (80ª). É, Brasil, ainda temos muito o quê avançar! Será que a Copa do Mundo e as Olimpíadas ajudarão o país a se desenvolver? Quem sabe...
1. Noruega 2. Austrália 3. Islândia 4. Canadá 5. Irlanda 6. Holanda 7. Suécia 8. França 9. Suíça 10. Japão 11. Luxemburgo 12. Finlândia 13. EUA 14. Áustria 15. Espanha 16. Dinamarca 17. Bélgica 18. Itália 19. Liechtenstein 20. Nova Zelândia 21. Reino Unido 22. Alemanha 23. Cingapura 24. Hong Kong (China) 25. Grécia 75. Brasil

REPRESSÃO EM CABO FRIO

DIRETOR DO INST. DE EDUC. PROFª ISMAR GOMES DE AZEVEDO CHAMA POLÍCIA PARA REPRIMIR PROTESTO DO SEPE LAGOS

Prezados Companheiros,

Na tarde de quinta-feira( 01/10) fazíamos um protesto com panfletagem e carro de som, no intervalo do 1º para o 2º turno do Ismar Gomes quando fomos surpreendidos pela chegada de duas viaturas da Polícia Militar.

O motivo do protesto é a perseguição que a Profª Denize Quintal, que é Diretora do Sepe Lagos, está sofrendo por parte da direção daquela unidade, por ter conclamado a Comunidade Escolar à greve que deflagramos no mês de setembro.

Em represália, o diretor tirou as turmas de aulas extras da Profª Denize e lançou código 30(de falta) no lugar de código 61(de greve, conforme determina a Lei), para tentar justificar seu ato. Logo uma outra professora assumiu as turmas, tudo em comum acordo com a CR-07 (Coordenadoria Regional das Baixadas Litorâneas).

Foi o único caso em todo o estado, friso aos companheiros.

Após nossa intervenção, em conjunto com os companheiros da Coordenação do Sepe Central, a folha de ponto foi alterada para código 61, mas a Professora Denize não teve suas aulas de GLP restabelecidas naquela U.E.

Estivemos na CR-07 e a coordenadora se manteve irredutível, afirmando que não poderia “passar por cima” da decisão do diretor.

Partimos, então, como escrevia inicialmente, para um protesto legítimo, pacífico e ordeiro em frente ao colégio, mas para nossa surpresa os policiais nos abordaram dizendo que o diretor havia pedido o apoio policial por que estávamos perturbando o andamento das aulas.

Após conversarmos com os policiais e esclarecermos que encerramos o uso do carro de som 5 minutos antes do início do turno da tarde, nossa panfletagem continuou, após cedermos um exemplar para os mesmos.

Esse cidadão, que hoje está diretor do Ismar Gomes por força de uma INDICAÇÃO, quando da nossa eleição em junho do corrente, foi o ÚNICO a nos recusar um espaço de razoável visibilidade para a instalação da mesa receptora dos votos, o que nos levou a utilizar um “cantinho” do refeitório.

Esse mesmo indivíduo nos recusou a cessão de uma sala de aula para a realização da nossa assembléia da Rede Estadual, mas não recusou ao SENAC local, que utilizou as dependências para realização de curso.

Outros companheiros do mesmo colégio nos relataram que é hábito desse diretor perseguir seus professores e funcionários.

Ora, temos aqui um caso de explícita hostilidade ao nosso Sindicato, além é claro de represálias e perseguição aos companheiros daquela unidade, notoriamente a uma companheira que foi penalizada por ter defendido os direitos da nossa categoria, inclusive desse que se tornou seu opressor.

Repudiamos com toda veemência as atitudes truculentas desse diretor, que parece achar que o colégio é propriedade dele, com uso de práticas ditatoriais que se constituem uma afronta às bandeiras da democracia, das práticas pedagógicas libertárias e da defesa dos direitos dos Profissionais da Educação.

Dessa forma peço aos companheiros que dêem o devido encaminhamento a essa carta-denúncia.

Com as Saudações Sindicais,

Professor Hamilton Motta Vianna

Diretor do Sepe Lagos

Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores