segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Rede municipal vai parar por 24 horas no dia 26 de agosto

Assembléia do dia 7 de agosto decidiu por paralisação de 24 horas no dia 26 de agosto, com ato no Cinelândia às 13 horas contra o projeto do prefeito Eduardo Paes que quer mexer na previdência dos servidores municipais.

A asembléia da rede municipal, realizada no último sábado (dia 7 de agosto) no auditório do Sepe, dedicidiu que a categoria fará uma paralisação de 24 horas no próximo dia 26 de agosto, com ato na Cinelândia contra o projeto de reforma previdenciária do prefeito Eduardo Paes, enviado para votação na Câmara de Vereadores. O Sepe alerta a categoria para a necessidade de mobilização contra o Projeto de Lei Complementa (PLC) 41, de autoria do prefeito, que altera parte do regime próprio de previdência do município.
De acordo com o projeto de Paes, as alterações vão atingir apenas os novos servidores, mas temos que ficar alertas, já que, depois do período eleitoral, o governo pode promover uma manobra que atinja os atuais servidores estatutários com mudanças como redução dos vencimentos no ato da aposentadoria e desobrigação de manutenção da paridade entre ativos e aposentados.

Eduardo Paes vai gastar milhões para enviar profissionais para conhecer modelo educacional considerado falido por ex-secretária de Educação do governo Clinton

O prefeito Eduardo Paes e a secretária municipal de Educação, Cláudia Costin, anunciaram ontem na imprensa que irão "premiar" 40 professores e diretores de escolas municipais que tiveram as melhores colocações nas prova do Ideb com uma viagem de uma semana a Nova Iorque para que eles acompanhem as experiências pedagógicas do modelo educacional americano. 
Esta é mais uma prova consistente do perfil meritocrático e de resultados que a prefeitura vem implementando ao longo dos últimos anos e que Paes e Cláudia Costin seguem ao pé da letra. O problema é que o modelo elogiado por eles foi considerado falido pela ex-secretária adjunta de Educação do governo Clinton, professora Diane Ravitch que, em entrevista ao Jornal Estado de São Paulo, afirmou que "em vez de melhorar a educação o modelo em vigor nos EUA - e que, ao que parece, é o modelo de Paes/Costin - está formando apenas alunos treinados para fazer uma avaliação".
A Regional III do Sepe enviou uma solicitação de entrevista para a ex-secretária de Educação dos EUA e a educadora prontamente se colocou à disposição para responder às perguntas. Ela é autora do livro The Death and Life of the Great American School System (a morte e a vida do grande sistema escolar americano) que fala sobre o fracasso do modelo meritocrático implementado no sistema educacional americano e seguido por diversos governos estaduais e municipais no Brasil, além do governo federal. Veja a pauta enviada para a professora Diane Ravitch pela Regional III do Sepe no link:

Cartilha sobre violência nas escolas será lançada no dia 25 de agosto

O Sepe vai lançar uma cartilha sobre a violência nas escolas durante a realização do Seminário sobre a Violência nas Escolas, que será promovido pela Regional III do sindicato, no dia  25 de agosto, na Uerj.
A cartilha contém informações, propostas e orientações para que os profissionais de educação possam lidar com a grave questão da violência que tem se abatido com uma frequencia cada vez mais assustadora nas nossas escolas.

A cartilha levanta problemas vividos pelos profissionais das escolas e suas consequências nas relações escolares. Além da violência interna, aborda também, os problemas provenientes da violência vivida pelas escolas localizadas em área de risco. Durante o Seminário estaremos debatendo a questão da violência e formas de mobilização para que a categoria possa reivindicar e denunciar o real quadro da violência em nossas escolas hoje em dia. A SME já concedeu abono de ponto para os participantes. Maiores informações podem ser obtidas no site da site da Regional 3.


Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores