segunda-feira, 16 de setembro de 2013

ESCOLAS MUNICIPAIS DO RIO REALIZAM PARALISAÇÃO DE 24 HORAS NESTA TERÇA (17/9)

Os profissionais das escolas da rede municipal do Rio farão uma paralisação de 24 horas nesta terça (dia 17/9). A categoria vai realizar uma assembleia geral e um ato em defesa das propostas da categoria para o plano de carreira, cargos e salários (PCCS) da educação municipal. As atividades estão marcadas para ter início às 14h, nas escadarias da Câmara de Vereadores. A rede municipal se encontra em estado de greve e mobilizada para lutar pela pauta de reivindicações acordada com o governo municipal, que inclui além da proposta de PCCS uma pauta para a solução das questões pedagógicas, entre outros pontos.

A prefeitura tinha se comprometido a entregar a sua proposta de plano hoje ainda para os vereadores e o Sepe, o que não ocorreu. O secretário da Casa Civil, Pedro Paulo, informou à diretoria que entregará o plano amanhã. O Sepe lamenta e discorda da postura da prefeitura em não apresentar o PCCS ao Sepe por entender que tal conduta significa a quebra da palavra do governo municipal em audiências de negociação e formalizada através de atas assinadas nos dia 23/08/2013 e 06/09/2013 e pelo Decreto 37.545 de 05 de agosto de 2013, alterado pelo Decreto 37.619 de 29 de agosto de 2013, que determina o dia 16 de setembro de 2013 como prazo final de entrega do projeto de plano na Câmara dos Vereadores.

A assembleia desta terça também irá discutir uma proposta da categoria para a reposição dos conteúdos. Portanto, nenhum profissional deve assinar documentos sobre o assunto, antes que a plenária tire uma decisão da categoria sobre o assunto.

Prefeitura não cumpre promessa de elaborar proposta do PCCS em data agendada com o Sepe

A Comissão do Sepe esteve na prefeitura hoje, dia 16/09/13, conforme acertado na última audiência com o Chefe da Casa Civil Pedro Paulo Carvalho Teixeira e a Secretária Municipal Cláudia Costin, para receber a proposta do PCCS do governo municipal para discussão com a categoria nas assembleias locais de hoje.

A comissão foi recebida pelo Sr. Fernando, da Chefia de Gabinete da Casa Civil e informada que o projeto do plano de cargos e salários não estava pronto e que o mesmo seria entregue amanhã, terça-feira.

Coincidentemente, chega o seguinte torpedo  enviado pelo Secretário da Casa Civil ao telefone celular de um dos membros da comissão:

Trabalhamos o final de semana inteiro e ainda hj o dia será longo. Fecharemos na madrugada. Amanhã enviaremos. Desculpe. Abs.

A comissão de negociação deixa claramente registrado na Secretaria da Casa Civil que lamenta e discorda da postura da prefeitura em não apresentar o PCCS ao Sepe por entender que tal conduta significa a quebra da palavra do governo municipal em audiências de negociação e formalizada através de atas assinadas nos dia 23/08/2013 e 06/09/2013 e pelo Decreto 37.545 de 05 de agosto de 2013, alterado pelo Decreto 37.619 de 29 de agosto de 2013, que determina o dia 16 de setembro de 2013 como prazo final de entrega do projeto de plano na Câmara dos Vereadores.

Por isso, todos vamos à paralisação de amanhã, dia 17/09, com ato e assembleia na porta da Câmara para pressionar os Vereadores e deixarmos claro qual o Plano de Cargos que queremos.

Assembleia da Regional 4: Segunda-feira, 16/09, às 18:30, no Centro Cultural Cinema Brasil


Profissionais da rede estadual colocaram Cabral e Pezão para correr em Anchieta no sábado (dia 14/9)

Um grupo de profissionais marcou presença no sábado numa cerimônia de inauguração de obras em Anchieta, que contaria com  presença do governador Cabral, do vice-governador, Pezão, do deputado Jorge Picciani e do vereador Professor Uoston (da CPI do Transporte Público na Câmara) e conseguiu desmobilizar o palanque preparado por eles para fazer propaganda do governo. 
Por causa da pressão dos profissionais, as autoridades não saíram da van e foram obrigados a se retirar, cancelando o evento quando souberam da nossa presença. 
Um dos assessores das autoridades chegou a discutir com uma colega professora. 
Parabéns para o grupo de profissionais que deu mais uma prova de mobilização, denunciando as mazelas da rede e impedindo que o governo estadual faça propaganda enganosa para a população do estado.

Vídeo: Rede estadual: vejam vídeo feito na Alerj convocando categoria para o acampamento

O acampamento montado pelos profissionais da rede estadual em greve na última quarta-feira (dia 11) está em pleno funcionando, com atividades culturais e de esclarecimento da população sobre a situação da rede estadual e a falta de vontade do governador e do secretário Risolia de negociar as nossas reivindicações. Veja pelo link abaixo um chamamento à categoria para que participe do acampamento da rede estadual 2013:

A assembleia da rede estadual será em frente à Alerj, nessa segunda, dia 16, às 14h.


Assembleia será nas escadarias da Alerj
Os profissionais da rede estadual em greve realizam uma assembleia geral nesta segunda-feira, a partir das 14h, nas escadarias da Alerj. 
Neste local, a categoria está promovendo um acampamento desde a noite da última quarta-feira (dia 11), data em que uma plenária realizada na ACM decidiu pela continuidade da greve na rede estadual e realização de uma marcha até o Legislativo, que culminou com a instalação de barracas e do acampamento da rede estadual 2013.

Acampamanto realiza atividades
O acampamento da rede estadual em frente à Alerj vai realizar diversas atividades neste final de semana - oficina de confecção de máscaras, cinema (exibição de filmes), oficina de pinturas, etc.

É importante que a categoria visite e participe do acampamento.

Ontem (sexta), o núcleo de Niterói fez a sua assembleia no acampamento - recomendamos que os demais núcleos também façam o mesmo.


VÍDEO: Profissionais da Rede estadual decidem continuar greve e montam acampamento na Alerj

Nesta quarta feira, 11/09, profissionais da rede Estadual votaram pela continuidade da greve que já dura mais de um mês. 

Após a assembleia da categoria, os grevistas seguiram em passeata até a Alerj, onde montaram um acampamento (que permanece até este momento no local). Eles pedem a reabertura das negociações com o governo estadual. 

A próxima assembleia para definir os rumos da mobilização acontecerá na segunda-feira, dia 16/09, às 14h, em local a confirmar. 


Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores