sexta-feira, 14 de maio de 2010

Rede municipal do Rio fará assembléia geral neste sábado no Sepe

O Sepe convoca os profissionais da rede municipal do Rio para a assembléia geral, que será realizada no auditório do sindicato, neste sábado (dia 15 de maio), a partir das 14h. Pela manhã, às 10h, o Sepe realiza o Conselho Deliberativo da rede municipal no mesmo local. Na pauta do encontro foram incluídos os seguintes temas: resultado da audiência com a secretária Claudia Costin no início da semana; campanha salarial 2010, entre outros temas que integram a pauta de reivindicações da categoria.

Escolas municipais de Petrópolis entraram em greve por tempo indeterminado (13/05)

Assembléia com mais de 2 mil profissionais que trabalham nas 182 unidades municipais realizada no início da tarde desta quinta-feira (dia 13 de maio) decidiu entrar em greve por tempo indeterminado por reajuste salarial. O Sepe Petrópolis convoca toda a categoria para acompanhar as negociações nesta sexta e participarem da assembléia que decidirá os rumos da nossa mobilização.

Os profissionais de educação das escolas municipais de Petrópolis entraram em greve por tempo indeterminado a partir de hoje (dia 13 de maio). A decisão foi tomada numa assembléia realizada na porta da prefeitura, no início da tarde de hoje, depois de um ato de protesto da categoria, que chegou a ocupar o prédio da administração municipal. Durante a ocupação, uma comissão de profissionais foi recebida pelo chefe de gabinete do prefeito Paulo Mustrangi (PT), Carlos Avenca, que recebeu das mãos dos professores e funcionários uma pauta com as seguintes reivindicações: implementação imediata de um plano de carreira unificado (englobando professores e funcionários); reajuste de 20% para recomposição das perdas salariais dos útlimos anos; incorporação dos abonos; e redução da jornada de trabalho dos funcionários administrativos de 40 horas para 30 horas.

Nesta sexta-feira (dia 14 de maio), os profissionais serão recebidos em audiência pelo prefeito Paulo Mustrangi, a partir das 14h. Durante o encontro na prefeitura, a categoria realizará uma vigília e, após a reunião, será realizada nova assembléia geral para avaliar os resultados da audiência. Nesta assembléia, os profissionais de educação irão decidir se a greve irá continuar ou não.

A rede municipal de Petrópolis é integrada por 182 escolas e 32 Centros de Educação Infantil. O Sepe Petrópolis avalia que o movimento reivindicatório esteja alcançando 90% das unidades escolares. Durante as manifestações de hoje, mais de dois mil profissionais participaram dos protestos na prefeitura e de uma passeata pelas ruas do centro do município. O Sepe Petrópolis convoca toda a categoria para acompanhar as negociações nesta sexta e participarem da assembléia que decidirá os rumos da nossa mobilização.

Leia também: Greve nas Escolas municipais de Petrópolis entra no segundo dia com 90% das escolas paradas

Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores