quarta-feira, 27 de abril de 2011

Governo de São Paulo assume que meritocracia fracassou

A política de meritocracia e de pagamento de bônus implementada nas escolas estaduais de São Paulo fracassou. Quem afirma isso é o próprio governo paulista nessa matéria de O Globo, que tem o seguinte trecho: "Lançada em 2008 como uma solução inovadora e meritocrática para melhorar a qualidade do ensino público, a política de pagamento de bônus salarial para os professores da rede estadual fracassou e levou o governo de São Paulo a repensar suas propostas educacionais. O incentivo, que pode chegar a quase três salários extras, é calculado a partir do desempenho dos alunos, baseado nos dados do fluxo escolar e das notas do Saresp, o "provão" paulista de português e matemática dos ensinos fundamental e médio".

Segundo a matéria, o governo pagou bônus entre 2009 e 2010 de R$ 1,4 bilhão para professores, mas as notas dos alunos do ensino fundamental e médio caíram para o nível de dois anos atrás, que já era bastante ruim. Um outro problema é que o governo, com os bônus, tende a culpar os professores pelo baixo rendimento, o que vem sendo denunciado pelo Sepe aqui no Rio.

Neste link você pode ler a matéria.

Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores