quinta-feira, 19 de maio de 2011

Ato Público nesta quinta-feira (dia 19/5) exigirá arquivamento do processo contra os 13 militantes presos no ato contra Obama

Nesta quinta-feira, dia 19 de maio, a partir das 18h30, será realizado um ato público pelo arquivamento do processo na Justiça contra os 13 manifestantes presos durante um tumulto ocorrido na frente do Consulado Americano, no dia 18 de março. O evento será realizado na Associação Brasileira de Imprensa (ABI), no Centro do Rio e dele tomarão parte deputados, juristas, sindicalistas, estudantes, integrantes do movimento popular e lideranças regionais e nacionais, juntamente com familiares e amigos dos 13 perseguidos políticos pelo governo Cabral.

Saiba mais em www.presosdoconsulado.org.br

Nota pública da Ação Educativa sobre a adoção de livro pelo MEC

Livro para adultos não ensina erros

Uma frase retirada da obra Por uma vida melhor, cuja responsabilidade pedagógica é da Ação Educativa, vem gerando enorme repercussão na mídia. A obra é destinada à Educação de Jovens e Adultos, modalidade que, pela primeira vez neste ano, teve a oportunidade de receber livros do Programa Nacional do Livro Didático. Por meio dele, o Ministério da Educação promove a avaliação de dezenas de obras apresentadas por editoras, submete-as à avaliação de especialistas e depois oferece as aprovadas para que secretarias de educação e professores façam suas escolhas.

O trecho que gerou tantas polêmicas faz parte do capítulo “Escrever é diferente de falar”. No tópico denominado “concordância entre palavras”, os autores discutem a existência de variedades do português falado que admitem que substantivo e adjetivo não sejam flexionados para concordar com um artigo no plural. Na mesma página, os autores completam a explanação: “na norma culta, o verbo concorda, ao mesmo tempo, em número (singular – plural) e em pessoa (1ª –2ª – 3ª) com o ser envolvido na ação que ele indica”. Afirmam também: “a norma culta existe tanto na linguagem escrita como na oral, ou seja, quando escrevemos um bilhete a um amigo, podemos ser informais, porém, quando escrevemos um requerimento, por exemplo, devemos ser formais, utilizando a norma culta”.

Sepe realiza plenária sobre o Plano de Metas Cabral/Risolia


 Por que dizemos não ao Plano de Metas Cabral/Risolia

O governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Educação (SEEDUC) tenta nos impossibilitar  a construção de uma escola melhor para classe trabalhadora  e, consequentemente, nos impedir de  contribuir para a construção de  uma sociedade mais justa e igualitária.  Somos, dentre várias, a escola que atrapalha as "metas" meritocráticas e privatizantes de uma política educacional totalmente desconectada com uma sociedade emancipada.  Somos, entre outras, uma escola que desmascara o "Choque de ordem" de um governo  que "cinicamente" culpa os profissionais da educação pelo fracasso escolar – reflexo da falta de compromisso dos governos que se sucedem sem políticas públicas sérias para educação.  Somos, dentre várias, a escola que precisa ser calada, fechada, virar museu ou outra escola,  pois no processo histórico e político de ensino aprendizagem apostamos e continuamos apostando na participação cidadã  diante da barbárie. E "desafinar o coro dos contentes” é resistência.

Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores