quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Conheça os vereadores que atacaram a Educação e não foram reeleitos




Doze vereadores dos 32 parlamentares que votaram a favor, no final do ano passado, do PL nº 1.005, projeto do prefeito Eduardo Paes que retirou verbas da Saúde e Educação, não foram reeleitos na eleição do dia 7 de outubro.
Durante todo o ano de 2012, o Sepe denunciou, a partir de decisão da categoria, aprovada em assembleia, estes parlamentares.
Podemos notar que vários deles não foram reeleitos - a verdade é que a população também pune, nas urnas, quem ataca os serviços públicos.
Estes são os vereadores que atacaram a Saúde e a Educação e não foram reeleitos:


Bencardino
Carlinhos Mecânico
Dr Fernando Moraes
Israel Atleta
Ivanir de Mello
João Cabral
Jorge Braz
José Everaldo
Nereide Pedregal
Patrícia Amorim
Roberto Monteiro
Rubens Andrade.



Fim do direito de lotação na rede municipal do Rio: mais ataques à educação carioca



Desde o início de 2012 a Prefeitura tenta acabar com nosso direito à lotação nas escolas. Com a reestruturação da rede, este objetivo fica mais claro.
Escolas transformadas em “Casa de Alfabetização” terão turmas do 1º aoano, do “Primário Carioca” do 4º aoano e os “Ginásios Cariocas” do 7º aoAno.
Assim, os professores seriam realocados em escolas dentro da CRE em que estão, segundo palavras da própria secretária Costin, saindo da sua escola de origem para outra.
Além do ataque aos profissionais e comunidade escolar, o equívoco teórico e o retrocesso pedagógico (vamos voltar ao primário e ginásio?), esta política legitima o 6º ano como uma série pertencente ao primeiro segmento.
A rotatividade dos profissionais é trágica para o desenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem, pois muitos professores terão que atuar em mais de uma escola e o vínculo que tinham com a comunidade escolar será interrompido.

Ainda temos o direito da lotação nas escolas. Não vamos aceitar as remoções!

Dieese abre inscrição para Curso de Ciência do Trabalho

As inscrições para o segundo processo seletivo da Escola DIEESE de Ciências do Trabalho já começaram e vão até 12 de novembro de 2012. O Dieese propõe um Bacharelado Interdisciplinar em Ciências do Trabalho, uma graduação diferente, que propõe uma nova abordagem da questão do trabalho.
Mais informações podem ser obtidas aqui.


A seguir, o release do Dieese sobre o curso:

Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores