quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Cancelado debate ao vivo sobre assédio moral nas escolas

Por motivos técnicos e dificuldade de movimentação das entrevistadas, não realizaremos hoje a transmissão, ao vivo, do debate Assédio Moral nas escolas. Lamentamos e agradecemos àqueles que aguardavam essa primeira experiência de um canal de comunicação dos profissionais de educação.

Assistentes sociais são reconhecidos pelo Sepe como profissionais de educação

A assistentes sociais da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro foram publicamente reconhecidas pela diretoria do Sepe como profissionais da educação e, com isso, trabalhadoras aptas a se associarem ao sindicato.

Segundo o site do Conselho Regional de Assistentes Sociais /RJ (CRESS), “a trajetória do grupo de assistentes sociais que, desde 2007, vem atuando junto às escolas do município do Rio de Janeiro tem sido marcada por avanços e retrocessos em relação ao fortalecimento de um projeto profissional crítico e propositivo no campo da política educacional. A defesa de uma educação pública, gratuita, laica e de qualidade para todos é compromisso que integra tanto as ações desses profissionais como os princípios do próprio Sepe. É na esteira desse processo de adensamento e de convergências de objetivos que localiza-se a presente conquista alcançada pela categoria junto a este sindicato”.

O CRESS também esclarece “que, inicialmente e por motivos estatutários, a associação se dará na modalidade de sócio provisório. Após as adaptações necessárias no estatuto do SEPE (que deverão ocorrer no próximo Congresso) as assistentes sociais da SME integrarão o Sindicato como sócios efetivos".

As principais demandas do Serviço Social que foram incorporadas pelo Sepe foram: cumprimento da Lei das 30 horas; criação do cargo de assistente social na SME e definição de suas atribuições; abertura de concurso público.

Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores