quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Regional VI convida para Festa da Educação no dia 19 de outubro

A Regional VI convida os profissionais de educação para a Festa do professor, que será realizada no dia 19 de outubro, no Clube Recreativo dos Portugueses (Rua Ariapó 50 - Taquara - Jacarepaguá), a partir das 21h. 

A animação da festa ficará por conta da banda Brother José.

Sepe realizará Semana da Educação em outubro

Local: ISERJ, Rua Mariz e Barros   Tijuca. (inscrições no local)

 Eis a programação inicial:

17/10 (4ª feira) Seminário da Rede Municipal do Rio de Janeiro*


 
8 h  -  credenciamento


9 às 12 h - Mesa: A Educação Pública no Rio de Janeiro avaliando caminhos e perspectivas

Palestrantes convidados: Gaudêncio Frigotto (UERJ, Mônica Lins (CAP UERJ) e um representante da SME.

12 às 13h - Almoço.

13h Apresentação Artística dos alunos da EM Silveira Sampaio

13h e 30 min às 16h - Oficinas e Grupos de Trabalho

- Oficina: Educação Infantil - Convidado: Luis Fernando de Souza (Professor de Teatro da Creche da Fiocruz);

- Oficina: Alfabetização e Letramento;

- GT: Gestão Democrática;

- GT: Prática Docente: Projetos versus Autonomia Pedagógica;

- Condições de Trabalho e Saúde do Trabalhador - Fiocruz


17 h - Plenária Final

* abono de ponto confirmado pela SME/RJ
(aguardando a publicação).


20/10 (sábado - Seminário de Formação (Direcionado a todas as redes)

8 h -  Café da manhã e Credenciamento

9 h às 12h - Mesa: A Precarização do Trabalho Docente e as Lutas em Defesa da Escola Pública.
Palestrante convidados: Profº Marcos Barreto (Vice-Diretor da Faculdade de Educação da UFF); Profª Thais Rosalin (Docente da EM Barro Branco/Duque de Caxias);Profº Sérgio Ricardo Oliveira (Doutorando na Escola de Serviço Social da UFRJ).

12h - Encerramento e Confraternização. 

Professor é agredido em sala de aula



Matéria do Jornal O Dia publicada nesta quarta, dia 03/10 (a Regional 2 do Sepe está acompanhando o caso e já contatou o professor agredido): Rio - Depois de repreender seu aluno por ato de indisciplina, um professor de Matemática foi agredido dentro da sala de aula supostamente por parentes do adolescente.

Ramon Ricardo Ribeiro, 43 anos, teria sido ameaçado de morte após o caso, que aconteceu no dia 29 de setembro. Ele pediu a transferência do Ciep Estadual Raul Seixas, em Costa Barros e o caso está sendo investigado pela polícia e pela Secretaria de Educação.

Segundo Ramon, a confusão começou após ele retirar de sala um aluno de 17 anos, de turma noturna do Ensino Médio. O adolescente procurou a secretaria da escola, para dizer ter sido chamado de ‘burro’, e foi para casa.

Conforme relato do professor, o estudante voltou à escola 15 minutos depois, acompanhado da mãe, irmão e amigo. A mãe teria dado tapa no rosto dele, que reagiu dando outro no rosto dela.

Nesse momento, segundo o professor, o aluno e os outros dois começaram a agredi-lo com socos e chutes. A confusão só terminou com a interferência de outros alunos.

“Registrei o caso para que tomassem providências em relação à segurança dos profissionais da escola. Não quero mais trabalhar lá. Estou tentando a transferência, mas isso não é o bastante. Precisam tomar providências para por segurança. As pessoas não podem entrar na escola e agredir um professor com facilidade”, reclamou.

Ele trabalha na escola estadual há dez anos e conta que o processo de transferência está em andamento. Ele contou ainda que ele e outro professor que o ajudou teria sido vítima de ameaças.

Secretaria apura o caso

A confusão está sendo apurada pela Secretaria Estadual de Educação, e os envolvidos, sendo chamados para prestar esclarecimentos. A direção da unidade informou que o Ciep possui câmeras e que se trata de um caso isolado. A 39ª DP (Pavuna) investiga como lesão corporal e ameaça.

O professor fez exame de corpo de delito e diz que sua revolta não é contra a família, mas com a falta de estrutura na escola.

Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores