terça-feira, 9 de abril de 2013

Animadores culturais: votação no TJ da ação contra extinção do cargo foi marcada para esta quarta-feira (dia 9)

O Sepe convoca os animadores culturais para uma vigília na porta do Forum Central, nesta quarta, a partir das 10h, para acompanhar a votação do pedido de liminar do Sepe na 7ª Vara Cívil do Tribunal de Justiça do Rio.

Na liminar, o sindicato pede a revogação de uma ação do Ministério Público Estadual, que por sua vez quer a extinção deste cargo na rede estadual. A votação já foi adiada pelo TJ várias vezes; por causa disto, é importante que a categoria continue pressionando o Judiciário para que vote pelo respeito e garantia dos direitos dos animadores.

Mesmo com os adiamentos da Justiça, a nossa mobilização é importante para garantir uma vitória contra a ameaças de demissão e de extinção das funções desse segmento nas escolas estaduais.

Abaixo, a carta que os animadores culturais entregaram aos deputados estaduais, explicando sua situação:

Ato contra o ACE no dia 24 de abril: Sepe pedirá abono de ponto às redes para profissionais que participarem da Marcha à Brasília


O Sepe convoca os profissionais de educação das redes estadual e municipais a se unirem a diversos outros trabalhadores que integram centrais sindicais e outras organizações do movimento civil para realizar o grande ato contra o Acordo Coletivo Especial (ACE), que será realizado em Brasília, no dia 24 de abril.  Para tornar possível a ida do maior número possível de militantes à Capital Federal no dia do ato, o Sepe disponibilizará ônibus  e já solicitou à SEEDUC e SMEs o abono de ponto para os profissionais que integrarem a delegação que viajará à Brasília. Os interessados devem enviar para o sindicato seus nomes e RG.

O objetivo da Marcha à Brasília para a realização do ato contra o ACE é defender os direitos sociais e trabalhistas e denunciar a política econômica do governo federal que resulta nesses ataques. Para tanto, uma plataforma política foi aprovada pelas entidades que participam desta jornada:

- Contra o ACE (Acordo Coletivo Especial) e a precarização no trabalho;

- Fim do fator previdenciário / Anulação da reforma da previdência de 2003 / Defesa da aposentadoria e da previdência pública;

- Reforma agrária já / Respeito aos direitos dos assalariados rurais / Apoio à luta dos trabalhadores do campo contra o latifúndio e o agronegócio;

- Em defesa do direito à moradia digna / Chega de violência contra pobres e negros;

- Em defesa dos servidores (as) públicos (as);

- Aumento geral dos salários;

- Adoção imediata da convenção 158 da OIT / Em defesa do emprego / Redução da jornada e trabalho, sem redução salarial;

- Em defesa da educação e da saúde públicas;

- Respeito aos povos indígenas e quilombolas;

- Contra as privatizações / Defesa do patrimônio e dos recursos naturais do Brasil;

- Suspensão do pagamento da dívida externa e interna aos grandes especuladores;

- Contra a criminalização das lutas e dos movimentos sociais;

- Contra o novo código florestal / Em defesa do meio ambiente;

- Contra toda forma de discriminação e opressão.



Os materiais de divulgação para a marcha já estão disponíveis para baixar:




Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores