segunda-feira, 30 de maio de 2011

Professora Amanda Gurgel no Congresso do Sepe convoca para manifestação pelo twitter no dia 31 de maio por 10% do PIB na Educação

A professora Amanda Gurgel foi um dos destaques do último dia da programação do XIII Congresso do Sepe. Durante a sua fala para os delegados Amanda fez uma convocação para que todos os profissionais de educação realizem um protesto via redes sociais (facebook, twitter, sites etc.), no dia 31 de maio, reivindicando o investimento de 10% do PIB nacional no setor da educação. 
Assista o vídeo:



 

Fechamento de escolas estaduais: Sepe vai encaminhar denúncia à Comissão de Educação da Alerj pelo fechamento de vagas


No final da semana passada, o Sepe recebeu várias denúncias sobre o fechamento de escolas estaduais que funcionam no horário noturno na área da Metropolitana X, na Tijuca. Segundo o informe de profissionais de diversas unidades, como: C.E. Francisco Cabrita, E.E.E.S. George Summer, C.E. Jose Pedro Varella, E.E.E.S. General Euclides de Figueiredo, C.E. Equador, C.E. Profª Maria Terezinha de Carvalho e C.E. Celestino da Silva, todas situadas na área da Grande Tijuca que seriam fechadas e teriam seus alunos transferidos para outras unidades. Também recebemos a informação de que o mesmo ocorreria com unidades da área da Metropolitana III.
Diante destes fatos, o Sepe está encaminhando uma denúncia para a comissão de educação da Alerj. Também estamos estudando a possibilidade de entrar com uma denúncia contra o governo do estado no ministério público pelo fechamento de vagas. O sindicato defende que, ao invés de promover o fechamento das unidades e transferir os alunos para outras, fato que provoca a superlotação das turmas, a SEEDUC abra mais vagas, ampliando assim a oferta e não prejudique os alunos e profissionais das escolas que estão sendo fechadas de forma arbitrária.

Atenção: Sepe não está convocando paralisação para o dia 31 de maio. Mas apoia Twittaço exigindo 10% do PIB pra Educação já!



O Sepe informa aos profissionais das redes estadual e municipais do Rio de Janeiro que não está convocando uma paralisação para o dia 31 de maio. Esclarecemos que os foruns adequados para a convococação de paralisação ou demais mobilizações dos profissionais de educação filiados são as assembléias ou foruns especialmente convocados em casos de necessidade. Como nenhuma destas instâncias levou à votação uma proposta de paralisação para esta terça-feira, dia 31 de maio, o sindicato não está convocando nenhuma das redes para que estas paralisem nesta terça. Deste modo, ficam valendo os calendários de mobilização definidos pelas assembléias gerais das redes estadual e municipais.
Como a rede estadual está em estado de greve e fará uma paralisação no dia 7 de junho, quando a categoria votará um indicativo de greve por tempo indeterminado para decidir se vai deflagrar a greve ou não a partir deste dia, a direção do sindicato avaliou que não seria possível a incorporação das redes ao movimento expontâneo que cresceu pela internet nos útlimos dias. No entanto, estamos apoiando o protesto via twitter (twittaço) convocado para o dia 31 de maio, às 20h, reivindicando 10% do PIB nacional para o setor da educação (através da hastag #dezporcentodopibparaaeducacaojá).

Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores