quarta-feira, 24 de julho de 2013

Atenção rede municipal: Assembleia do dia 8 de agosto foi transferida para sede do América Futebol Clube na Tijuca

Visando a disponibilizar um espaço mais amplo, que acomode o grande número de profissionais da rede municipal esperados para a assembleia da rede que será realizada no dia 8 de agosto, com paralisação de 24 horas nas escolas, a direção do Sepe resolveu transferir o local do evento. 

Agora, a assembleia será realizada na sede do América Futebol Clube (Rua Campos Sales 118 - Tijuca), a partir das 10h. 

Neste dia, a plenária da categoria poderá decretar a greve por tempo indeterminado na rede municipal, fato que não ocorre há alguns anos. A recomendação do Sepe é a de que, no dia 8 de agosto, os profissionais de todas as unidades (escolas, creches, EDIs) fechem os seus locais de trabalho e participem da assembleia, acompanhando o aumento da mobilização das atividades da categoria já realizadas este ano. 

Só assim, poderemos alcançar o reajuste de 19% e a implementação de um plano de carreira unificado, capaz de resolver o problema da política de desvalorização profissional implementada pelo prefeito Eduardo Paes e pela secretária Claudia Costin.

CRESS-RJ lança cartilha sobre Direitos Humanos

Conheça a cartilha elaborada pela Comissão de Direitos Humanos do Conselho Regional de Serviço Social do Rio de Janeiro (CRESS-RJ), sobre exercício profissional do Assistente Social e o compromisso com a defesa dos Direitos Humanos. 

A cartilha traz importantes debates sobre direitos humanos, história e compromisso profissional no Serviço Social. Além disso, ainda divulga algumas entidades de defesa e socializa algumas referências bibliográficas. 

Fundamental para assistentes sociais, para educadores e também para o conjunto da população. Tome conhecimento e divulgue junto aos demais colegas e à comunidade. 

Acesse a cartilha completa aqui

Sepe participou de audiência com Conselho Estadual de Educação para discutir projeto de aula semipresencial da SEEDUC

direção do Sepe em audiência com o presidente do CEE
A direção do Sepe teve audiência na manhã desta terça-feira (dia 23 de julho) com o presidente do Conselho Estadual de Educação (CEE), professor Roberto Boclin. Além da direção do sindicato, participaram do encontro vários representantes da categoria e o ponto principal da discussão foi a proposta da SEEDUC de Educação à Distância para a educação básica, que institui um percentual de 20% de aulas semipresenciais para os alunos. O argumento do secretário Risolia é o de que esta proposta seria uma solução para a carência de professores da rede. 

A reunião se estendeu por duas horas e a direção do Sepe questionou o documento do CEE, argumentando que tal medida é em primeiro lugar, um desrespeito aos nossos alunos e se configura num verdadeiro roubo de conhecimento, trazendo graves prejuízos para os estudantes da escola pública, já tão abandonada e carente de investimentos.

A direção do sindicato também aproveitou para argumentar que, na verdade, essa questão só será resolvida com a abertura de concurso público com número real de vagas, que atenda a carência de profissionais nas escolas. Para a direção do Sepe, a solução do problema da falta de professores e funcionários também passa pela garantia de que os professores trabalhem em um escola por matrícula - uma tradição na rede estadual quebrada pelo governo Cabral,e  uma política de valorização salarial que estimule os profissionais de educação a permanecerem na rede estadual. Mostramos o levantamento feito pelo sindicato que mostra que, hoje, tres a quatro professores abandonam a rede estadual por causa dos baixos salários e da falta de condições de trabalho. 

Por último, argumentamos que é fundamental a recuperação da grade curricular de 2003 e que nenhuma disciplina tenha menos de dois tempos semanais, fato que vem acontecendo com as disciplinas de Filosofia e Sociologia. O presidente do CEE ouviu nossas argumentações e explicou que também não houve consenso no órgão sobre o assunto e afirmou que o documento  seria retirado de pauta. 

A direção do Sepe solicitou que o CEE enviasse à SEEDUC nossas propostas para resolução da carência de profissionais e a proposta foi prontamente aceita pelo professor Boclin, que marcou uma nova reunião para a próxima terça-feira, às 9h, quando apresentaremos o nosso documento.

A avaliação da direção do Sepe foi a de que a audiência foi vitoriosa, já que o CEE retirou a proposta da SEEDUC da sua pauta. Nossa pressão, agora, será em cima da SEEDUC para impedir que o secretário Risolia faça a resolução por meio de decreto, de forma independente do Conselho, já que este governo tem se mostrado bastante autoritário e pouco afeito ao diálogo.

Vamos apresentar à Comissão de Educação proposta para que o Conselho convoque uma audiência com o secretário de Educação, com a participação do Sepe, para exigirmos a retirada imediata desta proposta de Risolia.

Convocamos a categoria para participar no dia 31 de julho, às 10h, de um ato público em frente à SEEDUC.

Saiba mais lendo aqui

Sepe convoca profissionais das redes estadual e municipais para Assembleia Estatutária com vistas ao próximo Congresso de Educação

O Sepe convoca os profissionais de educação para a assembleia unificada estatutária, que deliberará sobre as normas regimentais, organização e participação no próximo Congresso de Educação do Sepe, previsto para ser realizado no segundo semestre. 

A assembleia será realizada na ACM (Rua da Lapa 86 - Centro), no dia 3 de agosto, das 9h às 15h.

Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores