quinta-feira, 30 de março de 2017

EDUCAÇÃO DE LUTO! EDUCAÇÃO CHORA!

Mataram uma aluna. Para os governos, apenas um número. Mais uma entre as centenas que morrem todos os dias. Para nós não!
Há tempos o SEPE denuncia os problemas dos conflitos armados e das operações policiais. Foram inúmeros os relatos apresentados na gestão anterior e também na atual. Por diversas vezes comunicamos e registramos os tiroteios, a entrada da PM que invade as unidades escolares, o Caveirão que fica estacionado na porta das escolas, EDI’s e creches.
Num momento em que centenas de empresários, empreiteiros, banqueiros, membros do TCE, deputados, senadores, prefeitos, governadores e até o presidente são presos e investigados por serem criminosos, chega a ser no mínimo contraditório acreditar que a criminalidade será combatida com a realização de operações policiais nas comunidades mais carentes desta cidade. Locais de moradia de milhares de trabalhadoras e trabalhadores, que vivem cotidianamente o aumento da exploração. Que a cada dia tem sua vida mais precarizada.
Há muitos bandidos bem perigosos, que vestem terno e gravata, usam os melhores perfumes, moram nos bairros mais chic’s, comem o que tem de melhor, bebem as bebidas mais caras para comemorar o roubo feito às custas do sofrimento do povo. Por causa destes bandidos, milhares de aposentadas e aposentados estão sem as mínimas condições de subsistência. Por causa deles, milhares de pessoas morrem todos os dias nas filas dos hospitais. Por causa deles nossas alunas e alunos tem negado o direito a uma educação pública de qualidade.
Amanhã não será um dia de aula normal. 
Amanhã será um dia de luto!
Todas e todos de preto! 
Não podemos mais admitir que a violência leve a vida das futuras gerações!

Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores