segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Sepe realiza visita aos vereadores amanhã para discutir o PLC 41

Amanhã (terça-feira), a partir das 15h, a diretoria do Sepe fará uma visita aos vereadores do Rio para pedir que não aprovem o projeto de lei complmentar nº 41, de autoria do prefeito Eduardo Paes e que implementa a reforma da previdência para os servidores municipais.
O Sepe vai explicar que o PLC 41 retira direitos dos servidores, pensionistas e aposentados, como a isonomia, por exemplo, e será um duro golpe na categoria.
O Sepe vai deixar claro aos parlamentares que os profissionais de educação e os servidores de modo geral são radicalmente contrários ao projeto.

Assembleia da rede municipal do Rio será na ACM

 
A próxima Assembleia Geral da rede municipal 
será nesta quarta-feira, dia 6 de outubro às 18h
na ACM - Rua da Lapa, 86.

Soldado que apontou arma para professor é preso em flagrante

Está em todos os jornais: o soldado da PM Haller Monken e um colega foram presos ontem em flagrante, dando cobertura a uma terceira pessoa que tentava arrombar um caixa eletrônico, no Centro de São João de Meriti. Até aí, infelizmente, a história não é novidade, já que o carioca está acostumado a ver a PM envolvida em crimes. O curioso nessa história é que Monken é o mesmo PM que apontou uma arma no ano passado para um grupo de profissionais da educação que faziam uma manifestação na Alerj. Aquela foto do soldado apontando a arma virou um símbolo de como o governador Cabral trata seus servidores: com arrocho salarial e brutalidade.
A PM, tal qual os demais servidores, merece uma remuneração digna e boas condições de trabalho para evitar que episódios como o da prisão de Monken se repitam.
Aqui você pode ler a história do soldado que apontou a arma para um professor: http://extra.globo.com/geral/casodepolicia/posts/2009/09/12/policial-encontra-professor-apos-tumulto-na-alerj-222394.asp

Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores