quarta-feira, 14 de outubro de 2009

MST OCUPA FAZENDA IMPRODUTIVA EM PIRAÍ

O sistema vem com toda força fazendo a disputa ideológica na sociedade, através de uma campanha criminosa contra os movimentos sociais.
Vêem atacando sistematicamente através da mídia, com imagens e discursos, procurando criminalizar as ações do MST.
Temos, enquanto educadores e militantes, o dever de entrar nessa disputa e procurar levar informações à nossa categoria e demais trabalhadores, para que minimamente possamos debater estas questões entre nós.
O texto abaixo nos foi enviado por uma companheira professora.

Vera Nepomuceno - Coordenadora Geral do Sepe-RJ e da Regional IV

----------------------------------------------------------------------------

MST OCUPA FAZENDA IMPRODUTIVA EM PIRAÍ

A luta pela reforma agrária, apesar da intensa campanha contra o MST e a favor do agronegócio promovida pela direita e seus meios (de comunicação, repressão, políticos e judiciais) avança na região. Os pobres cada vez mais se unem e se organizam em defesa de sua dignidade e direitos.
Mesmo com toda a campanha contra é cada vez mais de conhecimento da sociedade que é a agricultura familiar (que inclui os assentamentos) quem garante a alimentação do povo brasileiro (feijão, aipim, frango, leite, porco) tudo isso vem em sua maioria da pequena agricultura.
Aqui em nossa região os assentamentos mesmo sem estrutura e apoio estão produzindo cada vez mais.
Os exemplos desses assentamentos tem animado outras famílias a entrar na luta. Por isso a fazenda Pau D'alho no município de Piraí-RJ foi ocupada na manhã do dia 10/10. Cerca de 150 familias organizadas pelo MST ocuparam a fazenda que foi considerada pelo Incra como área de interesse par a reforma agrária. Essas familias pretendem arrancar a grama e produzir alimento, como já começou com uma produção de couve.
Após a ocupação as familias começaram a organizar a cozinha coletiva e a construir os barracos, ao mesmo tempo em que uma equipe inciava a construção da horta coletiva.
Essa ocupação faz parte da jornada nacional de lutas do MST de 13 a 16 de setembro, quando o Movimento estará fazendo atividades por todo o país em defesa da soberania alimentar e contra o agronegócio.

MST ocupa fazenda em Piraí e monta acampamento as margens do km 248 da Dutra

Ocupação faz parte da Jornada Nacional de Lutas contra o latifúndio!
Cerca de 150 famílias organizadas pelo MST ocuparam por volta das 5 horas de hoje (10/10/2009) a Fazenda Pau D'alho, que fica no Município de Piraí – RJ, KM 248 da Rodovia Presidente Dutra, sentido Rio.
A Fazenda com mais de 700 ha (aproximadamente 700 campos de futebol oficial), foi considerada como latifúndio improdutivo pelo INCRA que demonstra interesse em desapropriar a área para fins de Reforma Agrária.
A área da Fazenda aonde foi montada o acampamento estava sem utilização. Segundo Paulo César, do MST, “o acampamento foi montado em torno de uma casa abandonada, que estava sem posse e sem uso. Certamente as famílias que aqui moraram foram exploradas pelo dono desse latifúndio e depois dispensadas, como acontece na maioria dos casos no campo brasileiro
A ocupação faz parte da Jornada Nacional de Lutas pela Soberania Alimentar e contra o Agronegócio. “Essa Jornada é continuidade do acampamento que realizamos em Brasília, na oportunidade o Governo assumiu uma série de compromisso com o Movimento e não vem cumprindo. Um dos compromissos do Governo é o assentamento das famílias que estão acampadas há mais de 10 anos em Resende, outro compromisso é a revisão dos índices de produtividade” afirmou o Membro do MST.
As famílias já começaram a organizar o acampamento com a montagem de uma cozinha coletiva, escola, construções de barracas e horta com o apoio do Grupo de Agricultura Ecológica – uma organização de Estudantes da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – UFRRJ. O acampamento conta também com apoio de diversas outras entidades como Sindicatos, Igrejas, Associações de Moradores.
Está prevista para hoje a visita de uma delegação internacional e de um ato ecunênico que acontecerá na parte da tarde já no novo acampamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores