terça-feira, 15 de setembro de 2009

Só parte dos feridos na Alerj prestaram depoimento e fizeram exames no IML ontem

No final da tarde de ontem, o Sepe acompanhou a ida de oito profissionais feridos nos incidentes com a PM na Alerj (no dia 8 de setembro) para prestar queixa na 1ª Delegacia Policial (Centro). Os professores foram acompanhados por um advogado do Departamento Jurídico do sindicato e os policiais encarregados do registro escalonaram a prestação de depoimentos, ouvindoi três da vítimas ontem e marcando o restante para o dia de hoje. Logo depois, os três profissionais que prestaram depoimento ontem foram encaminhados para exame de corpo delito no Instituto Médico Legal (IML), onde os peritos comprovaram a gravidade dos ferimentos produzidos por estilhaços das bombas de fragmentação lançadas pela Polícia Militar na multidão.
De acordo com o advogado do sindicato, o primeiro passo para apurar as responsabilidades das autoridades policiais e do governo do estado foi dado ontem com a prestação dos depoimentos (que continuará durante o dia de hoje) e com os exames de corpo delito. O Sepe vai entrar com uma ação para comprovar a responsabilidade do comando da PM e do governo do estado no caso, solicitando a punição de todos os culpados. Posteriormente, o sindicato vai entrar com uma ação civil para resguardar os direitos destes profissionais (tratamento de saúde e indenização por danos morais e lesão corporal).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos pelo seu e-m@il

As 10 postagens mais acessadas

Seguidores